HPE OneSphere
Navigation
Topo

Tech Trends 2018 indica rumos da tecnologia nas organizações

Inovar e se diferenciar dos concorrentes estão entre os principais objetivos das organizações que buscam o sucesso no ambiente corporativo. Para isso, independentemente da área de atuação, é preciso dedicar atenção constante ao que demonstram as projeções de mercado. A maioria delas pode ser acompanhada por meio de feiras internacionais, estudos e pesquisas que servem como fonte de atualização. Realizado anualmente pela Deloitte, o Tech Trends é um desses relatórios, identificando tendências que terão impacto disruptivo nos negócios. Em sua nona edição, o documento aponta as grandes forças da tecnologia que alimentarão a inovação até 2019.

Sua versão mais recente, o Tech Trends 2018 traz o tema “The Symphonic Enterprise”. A conhecida metáfora entre orquestra e empresa figura como base nesta análise de tecnologias emergentes no mundo empresarial. Sob a alegoria da “empresa sinfônica”, o relatório enfoca necessária harmonia entre a tecnologia e os processos corporativos. Dessa forma, sugere uma atuação conjunta de estratégia, tecnologia e operação por todas as áreas das organizações.

 

PROCESSOS E PESSOAS EM SINTONIA COM A TECNOLOGIA

Realidade digital, tecnologia cognitiva e blockchain estão entre as grandes tendências elencadas no Tech Trends 2018. Com elas, novos desafios surgirão na área de gestão – especialmente na adequação dos papéis da força de trabalho das empresas. É o que avalia o sócio da área de Tecnologia, Estratégia e Arquitetura da Deloitte Brasil, Fábio Pereira. Segundo ele, será preciso atuar na redistribuição de atividades entre pessoas e máquinas. Mais do que isso, pensar num modelo híbrido em que a tecnologia potencializa e complementa o desempenho humano. Junto à nova classe de trabalho virão os novos núcleos, ultrapassando fronteiras organizacionais tradicionais. Para tanto, serão examinadas as principais funções das áreas de finanças e da cadeia de suprimentos. Afinal, elas terão de ser repensadas diante da convergência digital e da ruptura dos limites operacionais tradicionais.

Some-se ainda a realidade digital, que se apresenta como próxima fase da realidade aumentada e da revolução da realidade virtual. Por meio dela, as empresas devem se concentrar menos em novos dispositivos e mais em desenvolver estratégias e experiências impactantes. Conforme essa tendência avança, os líderes de TI passam a atuar nos desafios de integração de base. Também na implantação da tecnologia em nuvem, na conectividade e no acesso. Além desses destaques principais, o Tech Trends também aborda tecnologias exponenciais que poderão se manifestar nos próximos cinco anos. Inteligência Artificial Geral e criptografia quântica estão entre as tendências de longo prazo.

 

INDICAÇÕES DO TECH TRENDS

 

Nova classe de trabalho

O aumento da automação, o uso da inteligência artificial e das tecnologias cognitivas afetará diretamente os empregos. As empresas do futuro devem reforçar a gestão de talentos voltada ao novo perfil de força de trabalho híbrida. Ele envolve pessoas e máquinas – atuando simultaneamente na recapacitação desses “trabalhadores aprimorados”. E, ainda, na adoção de processos inovadores de gestão de recursos humanos para o gerenciamento dos “trabalhadores virtuais”.

 

Blockchain para blockchains

O blockchain está se movendo rapidamente da fase de experimentação para cenários críticos e reais do negócio. Experiências que envolvem o uso avançado e a maior adoção dessa tecnologia impulsionam a necessidade de coordenar, integrar e orquestrar várias iniciativas de blockchain dentro de uma grande organização, potencialmente estruturadas em múltiplas cadeias e envolvendo a empresa como um todo.

 

Leia também:

Business Intelligence: o poder da TI nos negócios

Web: estudo prevê crescimento dos conteúdos por assinatura

Blockchain: entenda o quanto ele vai mudar a sua empresa

 

Foto: iStock/cyano66
Categorias Feed