HPE Simplivity
Navigation
Topo

Projeto de Stephen Hawking usa tecnologia Superdome Flex

Acelerar descobertas sobre o universo é a proposta de um trabalho colaborativo entre três gigantes em seus respectivos segmentos. A parceria reúne o Centre for Theoretical Cosmology (Cosmos), a Universidade de Cambridge e a Hewllet Packard Enterprise. Líder do projeto, o físico Stephen Hawking espera encontrar pistas sobre enigmas do universo inicial e as origens do espaço e do tempo. Para buscar tal objetivo, o Centre for Theoretical Cosmology utilizará a plataforma de computação HPE Superdome Flex.

Trata-se de um supercomputador que permite analisar conjuntos de dados massivos. Ele alavanca os princípios da computação controlada pela memória e a arquitetura central para a visão da HPE para o futuro da computação. Assim, pode apoiar pesquisas em diversos campos, desde ciências ambientais até imagens médicas. Conforme Hawking, o grupo Cosmos está trabalhando para aprender como o espaço e o tempo funcionam. O estudo abarca desde o período que antecede o primeiro trilhão de segundo após o Big Bang até hoje. Ou seja, algo em torno de 14 bilhões de anos de informação.

Para Stephen Hawking, a recente descoberta de ondas gravitacionais traz ideias surpreendentes sobre buracos negros e todo o universo. “Com novos e empolgantes dados como este, precisamos de sistemas de informação flexíveis e poderosos para continuar trabalhando”, destaca. Nesse sentido, a equipe aproveita o poder do Superdome Flex para atingir dois objetivos principais. Primeiro, construir uma história perfeita do Big Bang. Depois, entender as ondas gravitacionais dos buracos negros. Os cientistas formulam teorias sobre as origens do universo, criam simulações precisas e fazem previsões – procurando então essas previsões num manancial de dados novos. Com o enorme sistema de computação in-memory, eles conseguem visualizar e analisar os dados em tempo real enquanto a simulação roda.

 

O INCOMPARÁVEL HPE SUPERDOME FLEX

O HPE Superdome Flex (saiba mais aqui) é a plataforma de computação modular in-memory mais escalável do mundo. Ele foi concebido para alavancar os princípios da computação controlada por memória. Assim, pode escalar de 4 a 32 soquetes e de 768 GB a 48 TB de memória partilhada num único sistema. Como resultado, fornece capacidade de computação incomparável para as aplicações mais exigentes.

Sua memória compartilhada e o design do sistema permitem aos pesquisadores resolver problemas complexos e intensivos de forma holística. Além disso, reduz a carga sobre os desenvolvedores de código, permitindo que os usuários encontrem respostas mais rapidamente. Assim, em se tratando de pesquisas sobre a origem do universo, fica fácil entender a opção pela parceria com a HPE.

 


Vídeo da HPE (em inglês) destaca características do Superdome Flex

 

Imagens: 1. iStock/blackdovfx
Categorias Feed