HPE Simplivity
Navigation
Topo

Livro para CEOs discute desafio de manter o sucesso alcançado

Conquistar um cargo de liderança está entre os principais objetivos dos profissionais que buscam sucesso na carreira. No entanto, à medida em que se avançam as etapas, o número de oportunidades diminui. A explicação para isso é bastante simples: no topo há menos posições disponíveis. E se é difícil para os candidatos, preencher as vagas com as pessoas certas também é um desafio para muitas empresas.

Para quem busca seu primeiro cargo de liderança, dicas e estratégias não faltam. No entanto, se engana quem pensa que o sucesso depende apenas dessa única vitória. Manter-se no topo é uma tarefa que exige muito mais de suas capacidades e habilidades. Essa é a mensagem do “Manual de prioridades do CEO – Como dominar a arte de sobreviver no topo” (Saraiva, R$ 25,90). Na obra, Neil Giarratana – CEO com mais de 30 anos de experiência – compartilha recomendações práticas para sobreviver no cargo.

 

FOCAR E MANTER

No mundo dos negócios, existem muitas armadilhas que precisam ser evitadas e superadas. Por isso, Giarratana ressalta a importância de administrar suas prioridades. Além de orientar líderes a conviver com o cargo, o livro serve de guia para executar uma estratégia empresarial bem-sucedida. É, portanto, um manual indispensável para quem reconhece a necessidade de seguir perseguindo o sucesso depois de chegar ao topo.

Ao longo das páginas, o leitor é conduzido por uma série de lições. Elas abarcam desde como agilizar o desenvolvimento de novos produtos até formas de lançar um novo modelo de negócios. Como lidar com um trimestre negativo e fazer previsões sensatas de receita também são questões abordadas pelo autor. E Giarratana escreve ainda sobre como executar com sucesso as necessárias mudanças na cultura da empresa.

 

O SUCESSO DE ANTES PODE NÃO SER O MESMO DE AGORA

Prioridades do CEO - um guia para o sucesso

O livro faz um comparativo entre o tempo de permanência dos CEOs em seus cargos nas últimas décadas. Segundo Neil Giarratana, a duração média das gestões nos EUA era de nove anos no fim dos anos 1990. Já em 2010, esse tempo foi reduzido para cinco anos. Para além dos números, o autor reconhece que é preciso levar em conta outros aspectos. Entre eles, questões relacionadas à aposentadoria e trocas de emprego e empresa. Sem contar que hoje o CEO vive num mundo muito mais complexo, repleto de incertezas e mudanças.

Para Giarratana, a descontinuidade e as frequentes mudanças de liderança comprometem a capacidade de execução de estratégias vencedoras e sustentáveis. Também por isso ele escreveu o livro; para transportar seus leitores ao mundo real da sobrevivência do CEO. De modo geral, o manual tem a proposta de ajudar a desenvolver habilidades empresariais. No entanto, não se trata de um livro acadêmico sobre planos, processos, procedimentos ou melhores modelos de negócios. É, isto sim, uma coletânea de esclarecimentos práticos para um CEO. Afinal, muitas vezes são as mais simples questões que impedem os líderes de executar efetivamente suas melhores intenções.

 

Imagens: 1. iStock/Rawpixel | 2. Saraiva/Divulgação
Categorias Business Upgrade