HPE OneSphere
Navigation
Topo

Gadget fecha portas em caso de incêndio, evitando propagação

Ao dormir, você costuma deixar a porta do quarto aberta ou fechada? Em casas com crianças ou animais de estimação, facilitar o trânsito entre os quartos à noite pode ser algo instintivo. Dessa forma, pensando no cuidado com os filhos ou pets, as portas dos cômodos muitas vezes são mantidas abertas. Contudo, se a ideia é proteger a família, a recomendação do UL Firefighter Safety Research Institute (FSRI) é diametralmente oposta. Conforme pesquisa do instituto norte-americano, uma porta fechada pode ser muito útil para ganhar tempo em caso de incêndio. Especialmente se o fogo começar à noite, enquanto as pessoas estão dormindo. Abrigar-se num cômodo isolado, que ainda não tenha sido atingido pelas chamas ou fumaça, aumenta muito as chances de sobrevivência. A diferença pode ser vista neste vídeo do FSRI:

 

 

Baseada nessa informação, uma startup desenvolveu um gadget capaz de aliar segurança e livre acesso aos quartos durante a noite. Acoplado à porta e conectado a um detector de fumaça preexistente, o dispositivo assume o controle em casos de risco. Ou seja, é possível deixar as portas abertas e, na eventualidade de um incêndio, elas serão automaticamente fechadas.

 

 

AÇÕES EM CASO DE INCÊNDIO

Batizado de LifeDoor, o aparelhinho permite retardar a propagação das chamas durante um possível incêndio. Dessa forma, pode proteger os ocupantes de um ambiente da fumaça superaquecida e dos gases tóxicos que resultam do fogo. Ao identificar a ação do detector de incêndio, o LifeDoor fecha a porta do cômodo automaticamente. Em seguida, ilumina o ambiente e ativa um alarme no local para garantir que todos acordem e se mantenham seguros. Assim, de maneira antecipada, ajuda os ocupantes do ambiente a avaliar a situação e tomar a melhor decisão. Especialmente em casos de risco, qualquer segundo de vantagem pode fazer a diferença. Afinal, conforme o FSRI, num incêndio doméstico o fogo se espalha, atualmente, 600% mais rápido do que há 40 anos.

 

Foto: LifeDoor/Divulgação
Categorias Drops