HPE OneSphere
Navigation
Topo

Consultora indica 5 estratégias para driblar o bloqueio criativo

Diferentemente do que ocorre na vida adulta, quando se é criança a imaginação parece não ter limites. Já com o passar dos anos, o bloqueio criativo começa a fazer parte do dia a dia. Algumas vezes, o surgimento destas barreiras ocorre em função do esgotamento (burnout). Contudo, também pode se apresentar como uma situação momentânea que afeta especialmente aqueles profissionais cuja atuação depende da criatividade. É o caso da fundadora da In/Visible Talks, Arianna Orland. Mesmo após 20 anos de carreira, a consultora de empresas diz que se sente desconfortável com o rótulo “profissional criativa”. Em recente artigo na Fast Company, Arianna fez uma reflexão sobre o tema e compartilhou dicas para driblar o bloqueio. Muitas vezes, estratégias simples já bastam para desbloquear a imaginação.

 

COMO OXIGENAR AS IDEIAS E SER MAIS CRIATIVO

 

Seja egoísta consigo mesmo.

Para ser criativo, é importante fazer o que você precisa. Por isso, a recomendação de Arianna é bem direta: permita-se. Faça uma caminhada, leia um livro antigo ou faça um curso diferente. Sem culpa ou arrependimento por investir em algo “sem necessidade” ou por dedicar mais tempo ao lazer.

 

Siga suas obsessões.

Arianna defende que as pessoas sigam o que chama de “trilhas de curiosidade”. Para tanto, liste alguns assuntos sobre os quais você tem interesse e vá atrás deles. Busque conhecimento, visite museus, galerias, feiras de arte… Até como forma de descobrir novas obsessões!

 

Ambiente organizado e pensamento também.

Arrumar sua mesa e o seu local de trabalho ajuda a gerar clareza de pensamentos. Ideias novas surgem quando você elimina a desordem e aproveita o espaço mais aberto.

 

Mude de atividade.

Para incentivar o pensamento criativo, às vezes basta deixar de lado aquilo que se está fazendo. Alternar tarefas estimula o lado criativo e permite dar mais vazão às energias.

 

Troque ideias.

Fazer perguntas para outras pessoas ajuda a fortalecer o seu “eu criativo”. Conforme Arianna, muitas vezes as pessoas buscam respostas próprias em questões que fazem aos outros. Para ela, investigando e ouvindo o que desperta os outros, você pode acender algo em si mesmo.

 

Leia também:

Criatividade: 6 estratégias para manter a mente bem-treinada

Apertar bolinhas antiestresse ajuda a turbinar a criatividade

Como desacelerar a rotina e melhorar sua produtividade

 

Imagem: iStock/francescoch
Categorias Business Upgrade