HPE Simplivity
Navigation
Topo

Túneis subterrâneos: a aposta de Elon Musk para o trânsito

E se o trânsito das grandes cidades pudesse ser gerenciado como pacotes de dados que trafegam via internet banda larga? Pois é mais ou menos isso que o visionário Elon Musk pretende fazer em túneis subterrâneos. Recentemente, o excêntrico líder da Tesla Motors e da SpaceX anunciou mais um empreendimento – a Boring Company (Companhia de Perfuração).

Musk está investindo na escavação de túneis subterrâneos para tornar os deslocamentos nas grandes cidades mais rápidos e eficientes. O assunto já foi abordado pelo empresário no TED. Na ocasião, ele apresentou um vídeo renderizado sobre o funcionamento da pretendida malha viária abaixo do solo. Nela, os veículos viajariam por “trilhos” distribuídos em camadas de túneis a velocidades de até 200 km/h.

O novo sistema de Musk apresenta vantagens sobre as rotas comuns de superfície. Não somente em função do roteamento inteligente, mas também por sua estrutura “3D”. Abaixo do solo, amplia-se a possibilidade de camadas, inclusive com potencial de cruzamento entre elas. Tal fato ajudaria a otimizar a rota para qualquer destino. O projeto dos túneis subterrâneos inclui pontos de “estacionamento” acessados a partir das vias tradicionais na superfície. Esses refúgios seriam, na verdade, plataformas individuais de entrada, capazes de transportar os veículos até a rede subterrânea. Uma espécie de “elevador” para carros. No subsolo, conforme Musk, os veículos poderão viajar por trilhos de vários túneis integrados, todos administrados por computador para máxima eficiência. Como exemplo, Musk citou o penoso trajeto entre o centro de Los Angeles até o seu principal aeroporto. Normalmente, o percurso é feito em 50 minutos – mas, com os túneis, poderia ser cumprido em apenas seis.

PRIMEIROS TÚNEIS SUBTERRÂNEOS NO PRÓPRIO QUINTAL

Já no começo deste ano, segundo especulações, Musk iniciou perfurações no estacionamento da sua empresa de transporte espacial, a SpaceX. Além de acomodar carros, a obra também poderia servir como base para o projeto de túneis subterrâneos da Boring Company. Imagina-se que o sistema possa contar com vias distribuídas em até 30 níveis. No entanto, esses seriam os primeiros (e lentos) passos para a concretização do projeto. Isso porque Elon Musk tem conseguido dedicar apenas de 2% a 3% de seu tempo à empresa, segundo ele próprio. Como todo bom protótipo, os trabalhos iniciais reúnem uma equipe pequena, orçamento enxuto e máquinas adquiridas de segunda mão. Mesmo assim, o empresário garante que a Boring Company está avançando em seu intento. Recentemente, Musk publicou em sua conta no Instagram o vídeo de um teste no primeiro túnel construído.

 

 

Além de SpaceX e Boring Company, Musk lidera a Tesla (fabricante de veículos elétricos) e sua derivada SolarCity, que desenvolve painéis solares. Ele ganhou notoriedade após vender uma startup de notícias por US$ 307 milhões à Compaq em 1999. Com o empreendedorismo serial correndo nas veias, mais tarde também repassou o PayPal ao eBay por US$ 1,5 bilhão. Com sua biografia figurando entre best-sellers, Elon Musk é considerado hoje um dos maiores visionários do Vale do Silício.

 

 

Foto: iStock/cittadinodelmondo
Categorias Drops