HPE OneSphere
Navigation
Topo

Cientistas formulam pílula que aumenta a resistência física

Uma capacidade muito exigida para quem pratica exercícios é a resistência física. Sem ela, é praticamente impossível permanecer realizando uma atividade por um período significativo de tempo. Consequentemente, queimar gordura fica ainda mais difícil. Por isso, é necessário estabelecer rotinas e criar hábitos de treino. Essas atitudes ajudam a garantir o aumento da resistência física do corpo e a obter melhores resultados com os exercícios. Mas e se esses efeitos pudessem ser alcançados através de uma pílula? Pois cientistas do Instituto Salk (EUA) descobriram um composto químico capaz disso. 

Na pesquisa, eles alimentaram ratos sedentários com o composto e descobriram que os animais melhoravam seu rendimento físico em 70%. Se um tratamento semelhante funcionar em seres humanos, as pílulas poderão ajudar nos treinos de atletas, idosos e pessoas obesas. É possível também que contribuam no desempenho de quem possui limitações físicas. 

 

GANHOS DE TEMPO EM RESISTÊNCIA FÍSICA 

Depois dos primeiros experimentos, os cientistas resolveram testar nos ratos sedentários uma dose mais alta do composto e por um período mais longo. Assim, descobriram que os animais puderam correr 270 minutos sem se esgotar. Por outro lado, os roedores que não receberam a droga conseguiam correr por apenas 160 minutos. 

De acordo com os pesquisadores do Instituto Salk, esse é um aumento muito bom para ratos que nunca treinaram. Além disso, eles destacam que, se fosse apenas através do treino, os roedores demorariam muito mais tempo para alcançar tal desempenho. Com a droga, em contrapartida, é possível reprogramar as propriedades metabólicas do organismo. 

 

COMO AGE A “PÍLULA DO EXERCÍCIO” 

Partindo de uma primeira pílula capaz de aumentar a massa muscular sem exercícios físicos, os cientistas decidiram expandir a pesquisa. Ao avaliar seu funcionamento, descobriram que os genes responsáveis por regular a queima de gordura haviam aumentado. Enquanto isso, aqueles que ajudam na queima de carboidratos para obtenção de energia foram suprimidos. 

Os pesquisadores expandiram estudos anteriores sobre um caminho genético específico que é desencadeado pela corrida. Eles identificaram um composto que ativa o mesmo gene, freando o ganho de peso e melhorando a resposta à insulina. Trata-se do mesmo efeito observado em corredores de longa distância.  

 

BENEFÍCIOS DA PÍLULA 

Para muito além dos benefícios estéticos, a pesquisa pode ajudar pessoas que precisam perder peso por questões de saúde. Comprovada sua eficácia, a pílula poderá ser prescrita para ajudar pessoas com obesidade ou diabetes tipo 2 a queimar gordura, por exemplo. 

 

Fotos 1. iStock/microgen 
Categorias Drops