HPE OneSphere
Navigation
Topo

Escola de negócios brasileira desponta em ranking mundial

Mais uma vez, uma escola brasileira está entre as 20 melhores instituições de ensino do mundo que oferecem formação especializada em negócios. A avaliação é estabelecida pelo ranking de educação executiva do jornal britânico Financial Times, que apontou recentemente a Fundação Dom Cabral como 12ª na classificação geral. De 2016 para cá, a instituição de ensino brasileira subiu cinco posições no ranking geral, o que também a coloca como melhor escola de negócios do País e da América Latina.

A pontuação geral é obtida por meio da análise de dois quesitos: programas customizados e programas abertos. No primeiro conjunto, o ranking aponta as 85 melhores instituições que ofereçam capacitações desenhadas de acordo com a necessidade das empresas. Já na modalidade aberta, são destacadas as 75 melhores escolas com cursos destinados ao desenvolvimento de executivos em geral. Por sua vez, a classificação geral traz as 50 melhores instituições de negócios do mundo.

 

Escola de negócios Fundação Dom Cabral

Fundação Dom Cabral figura entre melhores escolas de negócios do mundo

 

POLARIZAÇÃO

Esta é a primeira vez na história do ranking do Financial Times que duas instituições de ensino dominam os dois primeiros lugares na classificação dos programas. A espanhola IESE Business School obteve o melhor desempenho e, mais uma vez, foi escolhida a melhor escola de negócios do mundo na classificação geral. É dela também a primeira colocação no ranking de programas customizados, bem como o segundo lugar entre os programas abertos. Por sua vez, a IMD garantiu a segunda posição no ranking geral e na classificação customizada,além de faturar o primeiro lugar nos programas abertos.

Enquanto a IESE Business School e a IMD disputam taco a taco, a escola brasileira vem tentando equalizar seus altos e baixos. Na lista de programas customizados, a Fundação Dom Cabral subiu doze posições neste ano, aparecendo na 16º colocação. Já na lista de programas abertos,perdeu cinco posições, mas ainda figura no top 20, mais precisamente no 15º lugar.

 

INSPER E FGV-EAESP TAMBÉM APARECEM

Outras duas escolas brasileiras foram citadas pela avaliação de programas: o Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper) e a Escola de Administração de Empresas de São Paulo, que integra a Fundação Getúlio Vargas. O Insper figura em 54º lugar entre os programas abertos e em 51º no ranking dos customizados – lista que tem a FGV-EAESP ocupando a 49ª colocação – nove acima do 58º lugar alcançado em 2016.

 

Fotos: 1. iStock/cofotoisme | 2. Divulgação/FDC
Categorias Business Upgrade