HPE Simplivity
Navigation
Topo

Hyperloop: Elon Musk planeja estreia de seu trem superveloz

Já imaginou ir de Orlando a Miami em menos de 30 minutos, em vez das habituais três horas e meia? Pois esse pode ser o tempo necessário para cumprir o percurso superior a 400 quilômetros com o promissor Hyperloop. Trata-se de um “trem” superveloz formado por cápsulas herméticas que levitam num túnel de baixa pressão. Com capacidade para atingir até 1.200 km/h, ele pode representar um novo meio de transporte para cargas e pessoas.  

Extremamente eficiente e econômico, o Hyperloop conquistou as atenções do visionário empreendedor Elon Musk. Assim, o homem por trás de Tesla, SpaceX, SolarCity e Boring Company virou uma espécie de embaixador do projeto. Com vários testes já realizados e divulgados ao público, a expectativa é a de que já em 2020 seja possível utilizar o veículo comercialmente. No início, as operações devem envolver apenas o traslado de cargas. Elon Musk, porém, prevê que o transporte de passageiros com o Hyperloop possa começar já no ano seguinte. Tal projeção oferece bons indicadores quanto ao avanço tecnológico da iniciativa, mas há também um caminho burocrático a ser percorrido. Nesse sentido, uma das questões-chave diz respeito à construção dos túneis entre cidades atendidas pelo novo modal.  

 

Hyperloop

 

ENTENDA O PROJETO DO HYPERLOOP 

O supertrem defendido por Elon Musk funcionará a partir de um motor elétrico, podendo até ser alimentado com energia solar. Uma tecnologia magnética permitirá que as cápsulas “levitem” sobre os trilhos – algo parecido como os trens Maglev utilizados no Japão. Os túneis percorridos pelo Hyperloop poderão ser subterrâneos, como em metrôs, ou na superfície, como o trecho testado atualmente.  

 

Vídeo publicado em agosto mostra testes da nova tecnologia 

 

Bombas de vácuo retiram praticamente todo o ar existente nos túneis, mitigando o atrito. Assim, o ambiente vira um “céu particular”, com condições atmosféricas semelhantes àquelas encontradas a uma altitude de 200 mil pés. Com ínfima resistência do ar, o sistema ganha em eficiência, exigindo pouca energia para propelir a cápsula a velocidades extraordinárias. 

A empolgação com o Hyperloop e tudo que ele representa só aumenta a cada novo teste do aparato. A prometida disrupção no setor de transportes, afinal, vai ganhando expressivos contornos de realidade. E a chancela de Elon Musk, um empreendedor incansável e poderoso, amplifica ainda mais o (compreensível) frisson. 

 

Fotos: Hyperloop One/Divulgação  
Categorias Drops