HPE OneSphere
Navigation
Topo

Como ganhar a confiança de alguém no primeiro contato

Um minuto e meio. Este é o tempo que você efetivamente possui para conectar-se com os instintos de uma pessoa e ganhar sua confiança. Mais especificamente, os primeiros noventa segundos de qualquer encontro. E não se trata, simplesmente, de causar uma boa impressão.

Conforme Nicholas Boothman, autor de “Como convencer alguém em 90 segundos” (Universo dos Livros, R$ 25,90), é neste breve intervalo do primeiro contato que nosso instinto de sobrevivência reage, construindo uma unidade de informação inconsciente a respeito do interlocutor. São nesses 90 segundos que nossa mente e nosso corpo decidem se fogem, combatem ou interagem; se aquela pessoa diante de nós é uma ameaça ou uma oportunidade; amiga ou inimiga.

 

A GÊNESE DA CREDIBILIDADE

“Nós normalmente decidimos como vamos reagir a alguém que acabamos de conhecer nos primeiros dois segundos do encontro. Mas fique muito convencido, pois nesse mesmo instante, aquela pessoa também está decidindo como reagir a você”, anota o escritor, complementando: “Se você estiver se perguntando sobre os outros 88 segundos, eles servem para confirmar e cimentar o relacionamento e determinar como a comunicação será feita desse ponto em diante”.

Em seu livro, Boothman discorre sobre os julgamentos instantâneos que o ser humano faz – e ensina a tirar partido dessa característica. “Uma vez que transpôs esses obstáculos e a confiança é estabelecida, você pode começar a se conectar em um nível pessoal (…), em um nível de personalidade”, afirma o autor.  Aparelhar o leitor para que saiba identificar precisamente com quem está lidando e compartilhar aprendizados sobre como fazer conexões, motivar, influenciar e convencer alguém são os principais objetivos da obra.

“Certas pessoas pareciam ter uma habilidade inata de conectar-se com outras de um modo caloroso e espontâneo.”

É assim, contando histórias, e também costurando observações pessoais com técnicas de Programação Neurolinguística (PNL), que Boothman defende “uma ordem e um processo” para conectar-se com os outros – algo que relata ter aprendido com Francis Xavier Muldoon, gerente comercial de uma revista feminina inglesa, quando trabalhou como seu assistente. Primeiro, ensina Boothman, deve-se estabelecer confiança com os instintos básicos do interlocutor. Em seguida, constituir harmonia com sua personalidade. O resultado dessa interação será o relacionamento.

O método apresentado para conectar-se de forma produtiva com alguém em apenas 90 segundos oferece uma espécie de roteiro, que começa por mostrar-se verdadeiramente aberto, levantando-se para cumprimentar a pessoa. Olhar nos olhos é igualmente fundamental, bem como sorrir, falar (e, principalmente, fazer o interlocutor falar). Para gerar identificação imediata, deve-se buscar uma sincronia com os gestos, a entonação e a postura do outro. A manutenção do diálogo é vital, podendo ser feita com perguntas abertas. Boas alternativas para que se obtenham respostas emocionais são questões iniciadas com “quem”, “o que”, “onde”, “por que”, “quando” e “como”.

 

Divulgação/Universo dos LivrosPARA SABER MAIS

“Como convencer alguém em 90 segundos” tem por objetivo compartilhar uma forma eficaz de comunicação, capaz de transformar conexões instantâneas em produtivas relações de negócios. No livro, Nicholas Boothman ensina o leitor a utilizar os olhos, as expressões faciais, a postura, os movimentos do corpo, a atitude e a própria voz para estabelecer uma relação imediata de confiança, abrindo caminho para uma manancial de possibilidades.

 

Fotos: 1. DeanDrobot/iStock | 2. Divulgação/Universo dos Livros
Categorias Business Upgrade