HPE Simplivity
Navigation
Topo

Pesquisadores usam água para armazenar energia sustentável

Obtida a partir de recursos renováveis, como o vento, a energia limpa oferece grandes benefícios econômicos e ambientais. Entre as fontes sustentáveis de energia mais populares atualmente estão a solar e a eólica. Apesar de tantos avanços na área, porém, nenhuma delas conseguiu substituir totalmente os sistemas tradicionais. Principalmente por ainda não se ter um método 100% confiável para armazenar energia. Mas essa realidade pode estar próxima de uma revolução. 

Recentemente, um estudo sobre o tema foi publicado por pesquisadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte. Eles descobriram que finas camadas de água podem ser a resposta para otimizar radicalmente o armazenamento de energia. O experimento é apenas um primeiro passo para a aplicação no mundo real, mas os resultados são promissores. 

 

COMO FUNCIONA O MÉTODO PARA ARMAZENAR ENERGIA 

Em seu artigo, os pesquisadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte explicam como um material que incorpora finas camadas atômicas de água pode melhorar a capacidade de armazenar energia e entregá-la mais rapidamente. A descoberta levanta uma questão interessante sobre o comportamento de líquidos confinados em escalas nanométricas. E também traz uma grande promessa de otimização tecnológica para o futuro. 

A experiência comparou a capacidade de carga de dois materiais: óxido de tungstênio cristalino e óxido de tungstênio cristalino hidratado. Este último, diferente apenas pela presença da camada nanométrica de água. Num teste de carregamento com duração de dez minutos, o material normal armazenou mais energia do que o hidratado. No entanto, quando ambos foram carregados por apenas 12 segundos, o substrato modificado mostrou-se amplamente mais eficiente. Além de armazenar energia em escala muito maior, reduziu o desperdício em forma de calor. A explicação, segundo os pesquisadores, é que a camada de água age como uma ponte, facilitando a transferência de íons através do material. 

 

APLICAÇÕES 

Com o uso da água, a ideia é permitir que uma quantidade maior de energia seja armazenada no mesmo espaço. Os autores do trabalho esperam que seu novo método possa ser usado para armazenar energia em dispositivos de alta potência. Mesmo sendo apenas uma primeira demonstração prática do conceito, eles apostam que a descoberta renderá muitos frutos logo adiante. Entre as possibilidades levantadas está, por exemplo, a coleta mais rápida de energia proveniente de fontes renováveis. Baterias mais finas e aceleração mais ágil em carros elétricos também são desenvolvimentos esperados pelos cientistas. 

 

Fotos: 1. iStock/shansekala 
Categorias Drops